“AI-5”

Dentre os 17 Atos Institucionais expedidos entre 1964 e 1969, o  Ato Institucional n° 5 entrou em vigor em 13 de setembro de 1968 durante o governo Costa e Silva, instituindo terror durante a ditadura empresarial militar brasileira. Neste período, a Frente Ampla – grupo de oposição política liderada pelo […]

Saiba mais

“Desaparecidos”

Desde o início do desaparecimento de pessoas durante a ditadura empresarial militar brasileira (1964-1985), lacunas continuam sendo deixadas em aberto. Conforme definido pela Comissão da Verdade da PUC – SP¹ o termo desaparecido político é empregue “para qualificar o militante que teve participação política nas organizações de oposição à ditadura civil-militar […]

Saiba mais

“Presídio Tiradentes”

Conhecida como Cadeia da Luz, a Casa de Correção foi inaugurada na cidade de São Paulo, em 6 de maio de 1852, utilizada em suas primeiras décadas como cadeia pública para “arruaceiros e escravos fugitivos”². A estrutura foi pensada para alocar depósitos de escravos – calabouços – e uma casa […]

Saiba mais

Advogados

Geralmente, ao pensarmos a ditadura empresarial-militar de 1964, as primeiras lembranças ou narrativas que ouvimos são todas as cicatrizes deixadas pelo terror e a truculência do aparelho de repressão estatal. Se formos analisar pelo lado dos advogados defensores dos atingidos, podemos observar vários relatos que nos levam também ao aparelho […]

Saiba mais

Argentina

A ditadura empresarial-militar na Argentina, se entende em períodos fragmentados, que devem ser compreendidos para além somente do golpe em 24, de março, de 1976, na presidenta eleita Isabelita Perón. Pois mesmo que entre os governos militares, haviam tidos governos democráticos, havia a existência de um único e continuo processo: […]

Saiba mais

Arte Engajada

A arte é um dos meios mais eficientes de se articular frente à determinada situação – aqui a ditadura empresarial-militar de 1964 – assim como trabalhar os rastros e a memória. A arte se estabelece, na verdade, como uma forma de se fazer política e militância. Na ditadura empresarial-militar de […]

Saiba mais

Censura

A censura no regime empresarial-militar brasileiro (1964-1985) marcou severamente a população, deixando vestígios até os dias de hoje. O governo militar buscava transparecer uma imagem de estabilidade política e a prosperidade da nação. Após a eclosão do golpe, foi criado o Serviço Nacional de Informações (SNI), em 1964 – empenhava […]

Saiba mais

Comunismo

O comunismo é um sistema político que defende o fim do Estado, a propriedade coletiva dos meios de produção, a abolição da propriedade privada e o fim das classes sociais. No Brasil, teve seu marco com a fundação do Partido Comunista do Brasil (PCB), em 1922 e foi de grande […]

Saiba mais

Esporte

Durante a ditadura empresarial-militar brasileira a propaganda ufanista foi ferramenta importante para a criação e manutenção da ideia de legitimidade. A Assessoria Especial de Relações Públicas (AERP) criada em 15 de julho de 1968, sob o decreto de número 62.119. foi o principal órgão de comunicação do regime. A agência […]

Saiba mais

Estados Unidos

Desde o século XIX com a doutrina Monroe “A América para os americanos” os EUA exercem grande influência política, econômica e cultural na América Latina. Já no século XX é possível encontrarmos exemplos históricos de intervenção direta dos governos estadunidenses em países da América Latina como a construção do canal […]

Saiba mais

Estudantes

Os estudantes sempre desempenharam papel fundamental nas relações políticas da sociedade. É a sua posição social na influência dos grupos, a sua forte presença nos momentos de transição política, que percebemos tanto o caráter intelectual, quanto ativista do grupo. Observe as inúmeras manifestações sociais, políticas e culturais que perpassaram as […]

Saiba mais

Evangélicos

A elaboração deste verbete, dependeu em grande parte da tese de doutoramento de Adroaldo José Silva Almeida, “Pelo Senhor, marchamos” (2016), tese em que o autor explora a participação dos grupos religiosos evangélicos, na ditadura empresarial-militar brasileira. A partir deste estudo acadêmico, traçamos um panorama binário das participações políticas e sociais evangélicas na […]

Saiba mais

Exílio

O termo exílio advém do latim, exilium, que significa: ser banido ou retirado de seu espaço, isto é, conota o sentido da expulsão compulsória a indivíduos de sua ‘terra natal’, em que os motivos e os agentes do banimento variam em questões políticas, sociais, econômicas, religiosas, míticas e históricas. Os exilados políticos da ditadura empresarial-militar brasileira, de 1964, chega a um respeitável número de 10.000 […]

Saiba mais

Família

Aqui usaremos o termo “família” como sinônimo de fraternidade. De fato, o que se conformou entre os integrantes dos grupos de resistência ao sistema ditatorial que se instaurou no Brasil em 1964 foi um sentimento de família, carregando consigo um sentido de irmandade e fraternidade. Muitas dessas pessoas passaram a […]

Saiba mais

Greves

A greve representa uma manifestação social, característica das novas relações sociais de trabalho, um código específico de protesto popular. Sua especificidade veio a se formar, reflexivamente, em um contexto histórico de transformações humanas – modernidade, globalização da cultura ocidental e organização capitalista. A relação patrão/trabalhador, empregador/empregado, burguês/proletário, torna-se um dos […]

Saiba mais

Guerra Fria

Durante o período da Guerra Fria (1947-1991), a ordenação política no Brasil passava por um processo dual, compreendendo os governos de Jânio Quadros (eleito presidente – PDC ) e João Goulart (vice – PTB). A influência da Guerra Fria no Brasil teve seus reflexos a partir apoio dos EUA ao […]

Saiba mais

Guerrilha do Araguaia

A Guerrilha do Araguaia, um episódio importante da história brasileira, aconteceu na região sul do Pará em meados de 1972. Trouxe à tona experiências humanas perversas e de profundo terror cometidas pelo governo da época. Marcada por um movimento guerrilheiro composto principalmente por militantes, camponeses e seu comandante Mauricio Grabois […]

Saiba mais

Igreja Católica

A instituição religiosa da igreja católica, exerceu um dos mais amplos papéis na ditadura empresarial-militar no Brasil, tanto para consolidação e defesa do regime, quanto na luta de oposição e resistência. Desde antes da derrubada do governo de João Goulart (1963-1964) a cúpula da igreja católica já afirmava seu apoio […]

Saiba mais

Imprensa Alternativa

Como resposta ao massivo apoio da imprensa hegemônica ao golpe e à ditadura militar, uma nova forma de resistência surgiu: a imprensa alternativa. O precursor dessa nova forma de jornalismo foi Millôr Fernandes, que já em maio de 1964 lança a revista Pif-Paf, que partindo de um humor ácido usava […]

Saiba mais

Imprensa Hegemônica

A maior parte da imprensa, tanto a impressa e radiofônica quanto a televisiva, com grande visibilidade e circulação no país apoiou e colaborou com o golpe de 1964. Jornais como “O Globo”, “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S. Paulo”, “O Dia”, “Correio da Manhã”, “Jornal do Brasil”, “O […]

Saiba mais

Instituições

Com a instauração da Ditadura Empresarial Militar brasileira, fortes mudanças ocorreram nas instituições do país, sendo marcado pela rápida e forte opressão empregada através dos aparelhos repressivos que foi ancorada, principalmente, pelo poder coercitivo e pelo apoio de segmentos da elite brasileira. Estas instituições têm como caraterística principal a prática […]

Saiba mais

IPÊS (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais)

Um dos maiores veículos de propaganda que de antemão já promoviam os ideais da ditadura empresarial militar de 1964. Fundado por Augusto Trajano de Azevedo Nunes e Antônio Gallotti, visava acima de tudo por um viés audiovisual e ideológico desestabilizar o governo de João Goulart. Com as reformas que Jango […]

Saiba mais

Lei da Anistia

Lei nº 6683, de 28 de agosto de 1979, a Lei de Anistia, foi fruto de uma imensa luta entre setores da sociedade civil que lutaram contra a ditadura e o Estado. A versão do Estado, construída a fim de atender os interesses da ditadura, foi a versão que prevaleceu. […]

Saiba mais

Lugares de resistência

Houve muitos locais de resistência durante o regime militar que serviam de base de apoio e aglutinações aos militantes e perseguidos, como o convento de Perdizes, em que dominicanos apoiaram a Aliança Libertadora Nacional; a Academia de Direito de São Paulo, até hoje considerado um espaço fundamental para o movimento […]

Saiba mais

Lugares de tortura

No período em que regeu a ditadura empresarial militar (1964 – 1985) a tortura foi imposta como mecanismo de repressão contra movimentações contrárias ao regime. Em vários estados do Brasil houve inúmeros lugares de tortura, espaços estruturados com a finalidade da aplicação das diferentes formas de tortura e interrogatórios onde […]

Saiba mais

Militância

A militância, no contexto da ditadura de 1964, compõe-se como um elemento fundamental no desenrolar de toda a movimentação política da época. Podemos imaginá-la, na verdade, em suas múltiplas faces, seja dentro do espaço acadêmico, passando por diversos movimentos artísticos até as guerrilhas que agiram tanto no campo como nos […]

Saiba mais

Movimentos de Anistia

Os movimentos de luta pela Anistia iniciaram-se em meados de 1970, durante o período da Ditadura Empresarial-Militar no Brasil. Surge com o objetivo de lutar pela redemocratização do país e rapidamente recebeu o apoio da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Foram recolhidas mais de 16 mil assinaturas em todo […]

Saiba mais

Mulheres

Ao longo da história humana, a mulher sempre esteve presente de forma ativa, principalmente nos momentos de conflitos, por mais que o patriarcado diminua seu protagonismo. Isso não foi diferente durante a Ditadura empresarial-militar no Brasil (1964-1985). Posto isso, este texto intenta demonstrar a presença das mulheres, sua participação, e […]

Saiba mais

Negros na ditadura

A perseguição contra os negros durante a Ditadura Militar se deu em aspectos centralizados na questão do mito da democracia racial, em contrapartida a luta dos negros para desmistificar o discurso de uma inexistência do racismo no Brasil. Nesse contexto, movimentos negros foram alvos de vigilância por parte de agentes […]

Saiba mais

Operários

A luta operária ocorrida nos anos da ditadura empresarial-militar brasileira, demonstra a força e a insatisfação da classe operária em face à repressão e ao sucateamento de seus espaços e serviços. A classe operária constituiu um dos principais alvos da repressão militar, com inúmeras perseguições, prisões, torturas e mortes. Tantos […]

Saiba mais

Personagens

Definimos personagens como pessoas de suma importância, sendo símbolos de luta e resistência dentro das mais diversas áreas e setores sociais. Assim como tiveram sua contribuição a época da ditadura-empresarial-militar hoje são vistos em filmes, músicas, documentários e se não dão seus depoimentos, sua memória ainda é preservada. A memória […]

Saiba mais

Presidentes

Após o golpe empresarial-militar de 1964, o Brasil passou a ser governado por uma ditadura militar, com o revezamento do poder entre os militares: Humberto de Alencar Castelo Branco (1964-1967) Através de eleição indireta assumiu a presidência da Brasil em 15 de abril 1964 com o golpe empresarial-militar. Castelo Branco […]

Saiba mais

Presos

Todo preso, é um preso político. Com essa afirmativa, resgatamos uma questão que perpetua em nossa história, as exclusões e desigualdades sociais. Essas que desdobram a realidade de um encarceramento massivo de pessoas majoritariamente negras, jovens, periféricas e com baixo grau de escolaridade. De forma com que a justiça e […]

Saiba mais

Redemocratização

O termo “redemocratização” é associado à restauração do Estado democrático de direito após um período de autoritarismo ou ditadura que um país tenha passado, possibilitando assim a abertura política para um governo civil, em que os direitos humanos e as garantias fundamentais são asseguradas por meio de proteção jurídica. Na […]

Saiba mais

Resistência

O filósofo Michel Foucault nos traz enormes contribuições ao debate ético-político, destacando em seus trabalhos o papel do poder, que vai contra a concepção tradicional através da sua abordagem inovadora do ponto de vista filosófico e metodológico, fazendo uma análise histórica social. Ao longo de sua obra, percebemos como questão […]

Saiba mais

Trabalhadores Rurais

A luta e a resistência popular dos trabalhadores rurais perpassam momentos para além da ditadura de 1964, entender sua existência neste longo período, requer um reconhecimento histórico e sociológico mínimo. Entretanto, focado no recorte da ditadura, observamos que neste período, dado a situação política que se encontrava, houve um maior […]

Saiba mais

Uruguai

A ditadura civil militar no Uruguai, assim como em outros países da América Latina, implantou o neoliberalismo, com o apoio das forças armadas. Anterior a sua consolidação e ao golpe de Estado, o inicio da década de 1970 foi marcado pelos conflitos entre os partidos branco e colorado no movimento […]

Saiba mais